quinta-feira, 23 de abril de 2009

Reunião de Cássio com os "seus" Deputados

Reuniãozinha sem pé e nem cabeça. Dizer o que ? Só para dar satisfação à imprensa ? Como diria minha Mãe: "estavam todos com a cara de galinha que chupa manga".

Durante a campanha de João Gonçalves nós vimos (pura força de expressão) um Cássio desligado, sumido e desconectado. Essa candidatura do PSDB-DEM nasce órfã do apoio do ex-governador como foi a candidatura de João Gonçalves a prefeito de João Pessoa.

Vão ter que ralar muito para serem viáveis enquanto candidatos. Se chegarem no segundo turno, o que a preço de hoje é praticamente impossível, talvez contem com o apoio de Cássio.

Como ouvi muito na minha infância lá em casa: " O pior cego é aquele que não quer ver".

Acho que a palavra de ordem deve ter sido: "Salve-se quem puder !!!"

Discussão entre Mendes e Barbosa

Esse fato registrado na sessão de ontem no STJ foi mais um ato da peça como destruir as intituições brasileiras em alguns atos.

Nós poderíamos ter passado sem aquela discussão que mais lembrava alguns entreveros que eu vi na Câmara de João Pessoa por puro despreparo político dos envolvidos na querela.

O Joaquim Barbosa faltou com respeito não à pessoa do Ministro Gilmar Mendes, mas à figura do presidente da maior corte do Brasil.

Gilmar Mendes, visivelmente perturbado emocionalmente, não se comportou à altura do cargo que ocupa.

Ainda temos alguns piadistas falando em racismo contra Joaquim Barbosa. Tem gente que acha que se desculpa de tudo por conta da cor ou da origem. Essa não cola.

Os dois estão condenados por desrespeitarem a posição que ocupam e a dignidade do tribunal ao qual pertencem.

Como se dizia lá na Cidade dos Funcionários, "Roupa suja se lava em casa".

terça-feira, 21 de abril de 2009

Até tu, Gabeira ?

Essa questão do uso indevido das passagens aéreas no congresso nacional estourou até na cara de muitos congressistas tidos como intocáveis. Fernando Gabeira considerado um dos arautos da ética na câmara federal acusou o golpe anunciando que fez também uso indevido das benditas passagens aéreas. Luciana Genro doou passagens para o delegado Protógenes. O presidente da casa, Michel Temer, também fez lá das suas. Quem não usou ? Parlamentares paraibanos também usaram e abusaram.

Outra questão que merece ser discutida e revista é a da verba indenizatória que tem sido usada de forma escancarada e desonesta ao longo de vários anos.

O ruim dessa história e outras semelhantes é que voce, cidadão comum, passa a perder a referência de moralidade quando até figuras como o Gabeira e a Luciana Genro estão no rol dos que deram presentinhos indevidamente com a verba das passagens do congresso.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Ronaldo é um Fenômeno !

Fiquei feliz com as demonstrações sucessivas de Ronaldo Nazário,o Fenômeno, de que pode voltar a jogar futebol em alto nível. Após todas as contusões sérias, ele deu mais um exemplo de superação na partida de ontem pelo Corintians contra o São Paulo na disputa de vaga para a final do campeonato Paulista 2009.

Com um passe fenomenal para o primeiro gol do meio-campo Douglas e uma arrancada fantástica para marcar o segundo gol, mostrou que está voltando à plena forma e quem sabe, já se possa falar na sua volta à seleção brasileira, em breve.

Ele é um exemplo de luta e perseverança para todo o povo brasileiro.

Parabéns, Ronaldo.

sábado, 18 de abril de 2009

Papa tudo ! Compra tudo a vista !

Naquele país distante, os membros do governo municipal estão comprando tudo a vista. Os secretários estão adquirindo apartamentos de 400 mil rublos a vista e pagando em dinheiro.

Os piores cegos são os que não querem ver. Esse povo está melhorando e muito de vida às custas do dinheiro da corrupção. Estão saindo da periferia e indo morar nos bairros nobres sem a menor cerimônia.

Quando a máscara cairá ???

Estão levando tudo e apagando os rastros

A perspectiva de poder dobra as instituições da República Brasileira. É uma pena, mas é uma realidade em nosso país, em nosso estado e na nossa cidade.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

O Custo das Adesões

Naquele país distante, em uma das suas províncias, um prefeito recém eleito precisava construir maioria na câmara de vereadores. O processo eleitoral acabara de ser encerrado, o futuro alcaide saira das urnas com ampla margem de votos, mas com uma grande minoria dentro do poder legislativo.

O vice-prefeito eleito foi incumbido de conversar com os parlamentares eleitos e reeleitos. As conversas, obviamente, basearam-se no atendimento das necessidades dos políticos: nomeação de parentes e agregados, indicações de correlegionários de confiança em alguns cargos chaves, execução de alguns serviços em suas bases e outras coisitas.

O acordo para compor a base governista acabou sendo fechado em 40.000 Rublos, a moeda local. Cada parlamentar que aderisse receberia 40.000 rublos em nomeações para distribuir com o seu pessoal. Por essa lógica, um vereador poderia nomear 40 pessoas a 1.000 rublos por mês, uma espécie de mensalão da adesão como se diz aqui no Brasil.

Cada um dos novos adesistas tratou de buscar o melhor discurso para justificar a mudança de lado e para isso contou com o apoio técnico do pessoal da comunicação do governo. Entrevistas foram marcadas e lá se foram os membros do grupo tentar convencer a opinião pública de que o que os movia unicamente era o interesse da cidade.

Dentro do grupo de adesistas, havia figuras que tinham ocupado postos chaves dentro do governo recém derrotado, outros que tinham ligações figadais com o prefeito que estava deixando o poder e outras situações que não dava para entender o movimento dessas figuras, mas o importante era sobreviver politicamente e manter-se com a boca nas tetas do governo, que apesar do discurso de austeridade, já começava trilhando os mesmos caminhos dos seus adversários que outrora eram criticados.

Houve também um outro tipo de adesão mais discreta: alguns aderiram extraoficilamente. Esse grupo buscou nos bastidores resolver os seus problemas, mas sem escancarar publicamente o atrelamento. Era um motorista que recebia uma gorda gratificação, a mãe pensionista que teve os seus gordos proventos atualizados, o patrocínio para uma festa na base eleitoral e outras formas de se atrelar sem chamar a atenção. Em troca, esse grupo seria "lite", não bateria de frente, fugiria nas votações chaves, usando a velha frase do "estou chegando" ou "estou no estacionamento" para justificar aos colegas a fuga das votações.

Para concluir, gostaria de deixar claro que qualquer semelhança com personagens reais, terá sido mera coincidência.

Assim caminha a humanidade !

domingo, 5 de abril de 2009

Novo Presidente do PMDB

O novo presidente do PMDB nada mais é do que alguém de extrema confiança do governador Maranhão para só fazer tudo aquilo que o chefe mandar. Antônio Souza nunca foi nada mais politicamente do que o contador do partido e homem de confiança do governador Maranhão.

Novamente, o governador erra em relação ao partido em não prepará-lo para o futuro, deixando-o sempre a sua mercê. Foi assim com Haroldo Lucena até o dia em que Dr. Haroldo resolveu falar o que não devia e ser defenestrado da direção do partido.

O Senhor Maranhão precisa pensar no partido para além da sua liderança e precisaria ir preparando alguns membros nesse sentido.

Imagino, em um futuro não muito distante, como vai ficar esse partido quando o velho caudilho partir dessa para melhor. Vai ser de vaca desconhecer bezerro !

A única razão plausível de não viabilizar a direção definitiva do partido nesse momento é para esperar os posicionamentos dos partidários e assim saber com quem poderá contar em 2010, deixando o partido em mãos confiáveis para o embate ao governo.

Paiva Vira Blogueiro

Transcrevo aqui a coluna da amiga Gisa Veiga no portal Pbagora:

O ex-vereador Professor Paiva virou blogueiro. Desses que não deixam passar nada. Está de volta ao batente da Educação sem perder de vista a política. Parece magoado com algumas traições, decepcionado, mas não totalmente desanimado. Ele acompanha tudo muito de perto e registra alguns fatos e considerações no blog www.professorpaiva.blogspot.com .

Embora o prefeito Ricardo Coutinho tenha feito de tudo para fritá-lo nas últimas eleições, Paiva não será esquecido tão facilmente. Em seu blog, ele lembra que dentre as muitas leis que aprovou durante a sua passagem na Câmara Municipal de João Pessoa está a que obriga as agências bancárias a instalarem câmeras de vídeo monitorando as áreas externas das agências.

“Essa lei continua necessária e atual, embora a Prefeitura de João Pessoa e o Procon municipal, como de hábito, tenham ignorado a nossa lei até a presente data por pura picuinha política. E depois eu é que sou radical”, diz, acrescentando: “Fiquei feliz de ver o promotor do consumidor, Glauberto Bezerra, comprar essa briga para que a nossa lei seja posta em prática. Esse nosso mandato não foi renovado, mas ainda vai dar muito o que falar, para a infelicidade dos nossos desafetos”.

O blogueiro não fala de novas investidas na política partidária. Não diz nem que sim, nem que não, o que não deixa de ser um mistério instigante. Por enquanto, dedica-se à Asper, ao blog e à família. Mas esse professor, com apenas uma incursão pela política, ainda tem muito a ensinar.

Nomeação

O blogueiro desmente que tenha feito qualquer interferência junto ao governo Maranhão pela nomeação de Percival Henriques para a diretoria técnica do IMEQ-Pb, conforme especulações na imprensa. Ainda que fosse com a intenção de irritar o prefeito Ricardo Coutinho. “Se Percival foi nomeado, deve ter sido reconhecido pelo trabalho que realizou”, diz Paiva, em seu blog.