quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Resolvendo a evasão no ensino superior retardando o momento da escolha profissional

Quem não se lembra de sua angústia para escolher qual curso fazer no momento do velho vestibular? Eu tive dúvidas entre engenharia, direito e administração, tendo escolhido engenharia mecânica, cursado um ano apenas e acabei fazendo outro vestibular para ciência da computação, sendo este o curso que acabei por concluir.

Conheço várias outras pessoas que passaram por coisas semelhantes, gerando uma taxa de abandono do curso escolhido que tem girado em torno de 40% (quarenta por cento), o que se configura em uma taxa altíssima, gerando prejuízos enormes para os estudantes e para as instituições.

A nossa proposta é que os alunos no momento da conclusão do ensino médio escolham uma grande área profissional, sendo exemplos as áreas de humanas, biológicas e exatas. Escolhida a grande área, os  alunos  cursariam dois anos de conteúdos básicos dessa área e após esse período, os alunos escolheriam os cursos em função das suas notas.

Com essa medida, os estudantes teriam dois anos para conviver com o ambiente universitário, conhecer seus laboratórios, travar contatos com os professores e colher maiores informações sobre os cursos da sua grande área, permitindo uma escolha mais embasada e madura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário