domingo, 16 de agosto de 2009

Quem tem medo de acompanhamento ?

Essa é uma boa pergunta. Voce conhece alguém que tem pavor a ter o seu trabalho acompanhado ? Eu conheço alguns que tremem só de pensar em ter alguém da sua empresa avaliando o seu trabalho.

Mas, de onde vem esse medo ? Por que será que essas pessoas tremem nas bases ao saberem que a empresa onde trabalham pode não se contentar com um retorno subjetivo, pessoal sobre o seu trabalho ?

Pessoalmente, acho muito natural que o empregador queira avaliar a qualidade do trabalho dos seus funcionários utilizando para isso, sempre que possível, critérios práticos e facilmente mensuráveis. São as famosas metas. Vivemos a era do contrato de gestão através do qual se pode pactuar os objetivos a serem alcançados dentro de um determinado período.

Essa resistência ao acompanhamento e à avaliação terá a ver com a insegurança e a incapacidade ? Essa resposta cabe a cada um. Não podemos mais viver no país do faz de conta !

Alguns ainda insistem em enganar a boa fé alheia e vender utopias de competência e eficiência que não existem e não existirão. Não resistem a uma mera olhadela quanto mais ao acompanhamento sistemático e sério do seu desempenho. Amigo(a), procure outra praia porque, certamente, esta não é a sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário